Aspectos da internacionalização do ensino superior: origem e destino dos estudantes estrangeiros no mundo atual

Fábio Betioli Contel, Manolita Correia Lima

Resumo


O presente texto aborda a internacionalização do ensino superior no atual período histórico, e procura se deter com mais vagar na descrição das principais características da mobilidade estudantil internacional. A liberalização do comércio global de serviços tem também afetado os sistemas nacionais de educação, no sentido de uma crescente privatização e comercialização dos bens e serviços educacionais, na maior parte dos países do centro e da periferia da economia-mundo. Esta nova realidade se reflete nos fluxos mundiais de estudantes. A maior parte deles se dirige a cinco principais países (EUA, Reino Unido, Alemanha, França e Austrália), que vêem o número de matrículas de alunos de outras nacionalidades aumentarem sensivelmente, principalmente nesta última década. Esta mobilidade internacional dos estudantes, ao contrário do que preconizam os apologistas da atual internacionalização, beneficia apenas alguns territórios, além de se revestir de características regionais específicas, que nos permitem falar na formação de uma "geopolítica do conhecimento".

Palavras-chave


Internacionalização; Ensino Superior; Mobilidade Estudantil; Geopolítica do Conhecimento; Internationalization; Higher Education; Student Mobility; Geopolitics of knowledge

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/1980-4865.22167-193

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 .



INTERNEXT (e-ISSN: 1980-4865)

ESPM | Escola Superior de Propaganda e Marketing 

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada.


Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP - Cep: 04018-010 - e-mail: internext@espm.br

Indexadores e Diretório:


Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia