Empresas Sustentáveis e Valiosas: Um Caso de Ensino sobre a Decisão de Parceria ou Investimento em Ações da CEMIG

Diógenes de Sousa Ferreira, Neirilaine Silva de Almeida, Lisia de Melo Queiroz, Moisés Ferreira da Cunha

Resumo


Este caso de ensino simula as decisões reais requeridas para a avaliação do valor de uma companhia aberta. Willian Palmer, personagem fictício, contrata os consultores da D&N Consultoria para decidir se seria mais vantajoso ser parceiro ou ser acionista da CEMIG, que é uma das principais companhias do setor de energia elétrica do Brasil. Por meio das informações econômicas e financeiras reais divulgadas pela CEMIG e das premissas reais coletadas em diversas bases de dados, o caso aborda os passos necessários para o cálculo do valor da ação da CEMIG. Considera-se que este caso de ensino fornece subsídios para que os alunos da graduação e da pós-graduação avaliem o valor da ação encontrado pelo consultores da D&N Consultoria e discutam sobre o cálculo do custo médio ponderado de capital, a determinação de premissas, as metodologias escolhidas para o cálculo do custo de capital próprio e do custo de capital de terceiros, assim como a projeção de fluxos de caixa futuros das entidades e o cálculo dos valores das empresas, por meio de múltiplos.


Palavras-chave


Avaliação de empresas; Fluxo de Caixa Livre; CEMIG; Caso de ensino

Texto completo:

PDF

Referências


ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. (2016). Informações gerenciais – 2015. Disponível em: http://www.aneel.gov.br/. Acesso em 13 mai. 2016.

Assaf Neto, A. (2003). Contribuição ao estudo de avaliação de empresas no Brasil: Uma aplicação prática. 203p. Tese (Livre-Docência) – Departamento de Contabilidade de Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, São Paulo: Universidade de São Paulo, 2003. Disponível em: http:// www.institutoassaf.com.br/downloads/tese_livre_docencia.pdf. Acesso em 06 mai. 2016.

Assaf Neto, A. (2014). Valuation: métricas de valor e avaliação de empresas. São Paulo: Atlas.

Assaf Neto, A., & Lima, F. G. (2009). Curso de administração financeira. São Paulo: Atlas.

Assaf Neto, A.; Lima, F. G.; & Araújo, A. M. P. de. (2008). Uma proposta metodológica para o custo de capital no Brasil. R. Adm, São Paulo, 43(1), 72-83.

BACEN - Banco Central do Brasil. (2016). Disponível em: https://www.bcb.gov.br/pt-br/#!/home. Acesso em: 06 mai. 2016.

BLOOMBERG. (2016). Disponível em: http://www.bloomberg.com.br/2016/05/03/fundamentos-do-brasil-apontam-para-um-spread-maior-do-cds-2/. Acesso em: 06 mai. 2016.

CEMIG - Companhia Energética de Minas Gerais. (2016). Disponível em: http://ri.cemig.com.br/. Acesso em: 06 mai. 2016.

Copeland, T., Koller, T., & Murrin, J. (2002). Avaliação de Empresas – Valuation: Calculando e gerenciando o valor das empresas. Tradução: Allan Vidigal Hastings. 3. ed. São Paulo: Makron Books.

Cunha, M. F. da. (2011). Avaliação de empresas no Brasil pelo fluxo de caixa descontado: evidências empíricas sob o ponto de vista do desempenho econômico-financeiro. 156 p. Tese (Doutorado) - Universidade de São Paulo. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-08022012-181605/pt-br.php. Acesso em 06 mai. 2016.

Damodaran, A. (2016). Base de dados do Damodaran. Disponível em: http://pages.stern.nyu.edu/~adamodar/New_Home_Page/datacurrent.html. Acesso em: 03 mai. 2016.

Damodaran, A. (2007). Avaliação de empresas. 2ª ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

EPE – Empresa de Pesquisa Energética. (2016). Plano Decenal de Expansão de Energia 2024. Disponível em: http://www.epe.gov.br/pt/publicacoes-dados-abertos/publicacoes/Plano-Decenal-de-Expansao-de-Energia-2024. Acesso em: 10 mai. 2016.

Fernandéz, P. 120 Errores en valoraciones de empresas. PricewaterhouseCoopers Professor of Corporate Finance. 62p. Madrid. IESE Business School, 2007. Disponível em: http://www.iese.edu/research/pdfs/DI-0681.pdf. Acesso em 21 mai. 2010.

FMI - Fundo Monetário Internacional. (2016). Disponível em: https://www.imf.org/external/index.htm. Acesso em: 10 jun. 2016.

Leumiusa. Taxa de juros livre de risco. (2016). Disponível em: https://www.leumiusa.com/wp-content/uploads/2016/01/1Q-2016-Investment-Letter.pdf. Acesso em: 10 jun. 2016.

Moreira, A. R. B.; & Rocha, K. Determinantes do Risco Brasil: Fundamentos e Expectativas – Uma abordagem de Modelos de Risco de Crédito. IPEA - Texto para Discussão, n. 945, Rio de Janeiro, abril de 2003. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/TDs/td_0945.pdf. Acesso em 05 mai. 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.18568/internext.v14i3.501

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Eletrônica de Negócios Internacionais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia

INTERNEXT (e-ISSN: 1980-4865)

ESPM | Escola Superior de Propaganda e Marketing 

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada.


Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP - Cep: 04018-010 - e-mail: internext@espm.br

Indexadores e Diretório: