Produção acadêmica de autores brasileiros sobre internacionalização: balanço das publicações no Brasil no séc. XXI

Sergio Garrido Moraes, Vivian Iara Strehlau, Frederico Araújo Turolla

Resumo


Este artigo apresenta uma análise da pesquisa científica brasileira em Internacionalização de Empresas, mediante a revisão de todos os artigos publicados na área nos periódicos classificados como Qualis A pela CAPES, no período de 2001 a 2014 e sua comparação com alguns indicadores de outros estudos realizados sobre a pesquisa acadêmica no exterior e no Brasil, tanto em internacionalização quanto em temas da administração em geral. A análise se concentra na temática abordada, na metodologia empregada, nas teorias sobre internacionalização discutidas e na demografia autoral. Constatou-se que há possíveis diferenças na pesquisa sobre internacionalização brasileira em comparação à que se pratica em outros países em relação a temática, metodologia e teorias. No âmbito da demografia autoral, aponta-se que a contribuição das IES públicas e privadas, bem como a distribuição por gênero encontra-se em linha com outras áreas. Sugerem-se, ao final, possibilidades de ampliação do estudo para melhor refletir a produção científica brasileira em Internacionalização de Empresas.


Palavras-chave


internacionalização; produção acadêmica; balanço da literatura

Referências


ALCADIPANI, R.; DAVEL, E. Estudos críticos em administração: a produção científica brasileira nos anos 1990. RAE, v. 43, n. 4, p. 72-84, 2003. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902003000400006

AMATUCCI, M. Temas e metodologias em negócios internacionais: um estudo longitudinal. Revista Gerenciais, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 83-90, 2006(b).

_________. Temas e raízes teóricas em negócios internacionais: um estudo longitudinal. In: SEGET. Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 2006, Rezende - RJ. Anais... V SEGET. Rezende - RJ: AEDB-RJ, v. 1. p. 1-16, 2006(a).

ANDERSSON, S. The Internationalization of the firm from an entrepreneurial perspective. International Studies of Management & Organization, v. 30, n. 1, p. 63-92, Spring 2000.

ANDERSSON, U.; FORSGREN, M.; HOLM, U. The strategic impact of external networks: subsidiary performance and competence development in the multinational corporation. Strategic Management Journal, v. 23, 979-996, 2002.

ANDRADE, M. A. M.; JOAQUIM, N. F.; GOSLING, M. Metodologias de análise de imagem no marketing: um estudo bibliométrico dos anais do EnANPAD. In: V EMA - Encontro de Marketing da ANPAD, 2012, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2012.

ARAÚJO, R. M.; AZEVEDO, A. K.; VIEIRA, L. L.; NASCIMENTO, T. C. Periódicos em ação: um estudo exploratório-bibliométrico na área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 19, n. 1, p. 90-114, 2014.

ARKADER, R. A pesquisa científica em gerência de operações no Brasil. RAE, v. 43, n. 1, p. 70-80, 2003. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902003000100008

BARNEY, J.B. Firm resources and sustained competitive advantage. Journal of Management, v. 17, p. 99-120. 1991.

BERTERO, C. O. Pesquisa em internacionalização de empresas. (Palestra). In: III CONGRESSO DE ADMINISTRAÇÃO DA ESPM. São Paulo, 26 a 28 de julho de 2006. Anais... São Paulo: CAEPM, 2006 (CD ROM).

BERTERO, C. O.; VASCONCELOS, F. C.; BINDER, M. P. Estratégia empresarial: a produção científica brasileira entre 1991 e 2002. RAE, v. 43, n. 1, p. 78-62, 2003.

BIRKINSHAW, J. Entrepreneurship in multinational corporations: the characteristics of subsidiary initiatives. Strategic Management Journal, v. 18, n. 3, p. 207-29, 1997.

BIRKINSHAW, J; HOOD, N. Multinational subsidiary evolution: Capability and charter change in foreign-owed subsidiaries companies. Academy of Management Review, v. 23, n.4, p.773-795, 1998.

BORINI, F. M.; COELHO, F. P.; RIBEIRO, F. C. F.; PROENÇA, E. R. O Prisma da Internacionalização. In: VII SEMEAD: Seminários em Administração FEA/USP. São Paulo, 10 e 11 de agosto de 2004. Anais... São Paulo: FEA/USP, 2004.

BRASIL Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. 1996.

BUCKLEY, P. J. Is the international business research agenda running out of steam? Journal of International Business Studies, v. 33, n. 2, p. 365-373, 2002.

BUCKLEY, P.; CASSON, M. The future of the multinational enterprise. London: The Macmillan Press, 1976.

CALDAS, M. P.; TINOCO, T. Pesquisa em gestão de recursos humanos nos anos 1990: um estudo bibliométrico. RAE, v. 44, n. 3, p. 100-114, 2004.

CAMPOS, M. Conceitos atuais em bibliometria. Arquivos Brasileiros Oftalmologia, v. 66, n. p. 1-22, 2003.

CAPES – WebQualis - http://qualis.capes.gov.br/webqualis/publico/pesquisaPublicaClassificacao.seam?conversationPropagation=begin [Acesso em 31/10/2014]

CARDOSO, R. L.; MENDONÇA NETO, O. R.; RICCIO, E. L.; SAKATA, M. C. G. Pesquisa científica em contabilidade entre 1990 e 2003. RAE, v. 45, n. 2, p. 34-45, 2005.

CARNEIRO, J.; DIB, L. A. Avaliação comparativa do escopo descritivo e explanatório dos principais modelos de internacionalização de empresas. INTERNEXT-Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM, v. 2, n. 1, p. 1-25, 2007.

CAVES, R. International Corporations: the industrial economics of foreign investment, Economica, v. 38 february, 1971, p. 1-27.

COASE, R. The nature of the firm. Economica, v. 4, n. 16, p.386-405, 1937.

DUNNING, J. H. Multinational Enterprises and the Global Economy. Workhingan: Addison-Wesley, 1993.

_________. Some antecedents of internalization theory. Journal of International Business Studies, 34. p.108-15, 2003.

_________. The eclectic paradigm of international production: a restatement and some possible extensions. Journal of International Business Studies, v. 19, n. 1, p.1-31, 1988.

_________. The eclectic paradigm of international production: a personal perspective. In: PITELIS, C.N.; SUGDEN, R. (ed.) The nature of the transnational. London: Routledge, 1991. Chapter 5, p.117-36.

_________. Toward an eclectic theory of international production: some empirical tests. Journal of International Business Studies, v. 2, n. 3, p. 9-31, 1980.

_________. Trade, location of economic activity, and the multinational enterprise: a search for an eclectic approach. In: OHLIN, B. et al (ed.) The international allocation of economic activity. London: Macmillan, 1977.

FAVORETO, R. L.; AMÂNCIO-VIEIRA, S. F.; SHIMADA, A. T. A produção intelectual em RBV: uma incursão bibliométrica nos principais periódicos nacionais. REBRAE - Revista Brasileira de Estratégia, v.7, n.1, p. 37-55, 2014.

FORSGREN, M. Foreign acquisitions: internationalization or network dependency? Advances in International Marketing. Greenwich: JAI Press, v. 3, p. 141-59, 1989.

FORTE, S. H. A. C.; RODRIGUES, D. P.; OLIVEIRA, O. V. Diagnóstico das Pesquisas em Gestão Internacional no Brasil. Estratégia e Negócios. v. 3, n. 1, 2010.

GEREFFI, G., J.; HUMPHREY, J.; STURGEON, T. The Governance of Global Value Chains. Review of International Political Economy, v. 12 n. 1, p. 78-104, 2005.

HEMAIS, C. A.; HILAL, A. Teorias, paradigmas e tendências em negócios internacionais: de Hymer ao empreendedorismo. In: HEMAIS, C. A. (Org.): O desafio dos mercados externos: teoria e prática na internacionalização da firma. Rio de Janeiro: Mauad, 2004; v. I, p. 17-39.

HOPPEN, N.; MEIRELLES, F. S. Sistemas de informação: um panorama da pesquisa científica entre 1990 e 2003. RAE, v. 45, n. 1, p. 24-35, 2005.

HYMER, S. The international operations of national firms: a study of direct foreign investment. Doctorate thesis. Cambridge, MA: The MIT Press, 1960/1976.

JABBOUR, C. J. C.; SANTOS F. C. A.; BARBIERI, J. C. Gestão ambiental empresarial: um levantamento da produção científica brasileira divulgada em periódicos da área de administração entre 1996 e 2005. RAC, v. 12, n. 3, p. 689-715, 2008.

JOHANSON, J.; MATTSON, L. International marketing and internationalization processes – a network approach. In: PALIWODA, S.; TURNBULL, P.W. (ed.) Research in international marketing. London: Croom Helm, 1986.

JOHANSON, J.; VAHLNE, J. Business relationship learning and commitment in the internationalization process. Journal of International Entrepreneurship, v. 1, p. 83-101, 2003.

_________. The internationalization process of the firm: a model of knowledge and increasing foreign market commitment. Journal of International Business Studies, v. 8, n. 1, p. 23-32, 1977.

_________. The mechanism of internationalisation. International Marketing Review, v. 7, n. 4, p.11-24, 1990.

JOHANSON, J.; WIEDERSHEIM-PAUL, F. The internationalization of the firm: four Swedish cases. Journal of Management Studies, v. 12, n. 3, p. 305-22, 1975.

KRUGMAN, P. R. Geography and Trade, Cambridge: MIT. 1991.

LEAL, R. P. C.; OLIVEIRA, J.; SOLURI, A. F. Perfil da pesquisa em finanças no Brasil. RAE, v. 43, n. 1, p. 91-104, 2003. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902003000100010

MACHADO-DA-SILVA, C. L.; CUNHA, V. C.; AMBONI, N. Organizações: o estado da arte da produção acadêmica no Brasil. Anais... Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, Florianópolis, SC, Brasil, 14. 1990.

MARIOTTO, F. L. Estratégia Internacional da Empresa. São Paulo: Thomson Learning, 2007. Coleção Debates em Administração. 131 p.

MARTIGNAGO, G.; ALPERSTEDT, G. D.; CÁRIO, S. A. F. Pesquisa em gestão internacional no Brasil entre 2001 e 2010: um estudo a partir dos anais do EnANPAD. Estratégia & Negócios, v. 6, n. 2, p. p. 215-243, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-65552010000200006

MCGRATH, J. E. Dillemmatics: the study of research choices and dilemmas. In: MCGRATH, J. E.; MARTIN, J.; KULKA, R. A. (Ed) Judgement calls in research. Beverly Hilss: Sage Publications, p. 69-102, 1982.

MENDONÇA NETO, O. R.; CARDOSO, R. L.; RICCIO, E. L.; SAKATA, M. C. G. Dez anos de pesquisa contábil no Brasil: análise dos trabalhos apresentados nos EnANPADs de 1996 a 2005. RAE, v. 49, n. 1, p. 62-73, 2009.

OGASAVARA, M. H.; MASIERO, G. Reviewing recent developments on research of internationalization of Brazilian firms. XXXIII EnANPAD. São Paulo, 19 a 23 de setembro de 2009. Anais... Rio e Janeiro: ANPAD, 2009, CD-ROM.

PACHECO, R. S. Administração pública nas revistas especializadas – Brasil, 1995-2002. RAE, v. 43, n. 4, p. 63 -71, 2003. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902003000400005

PENG, M. The global strategy of emerging multinationals from China. Global Strategy Journal, v. 2, n. 2, p. 97-107. 2012. DOI: DOI: 10.1002/gsj.1030

PENG, M. W.; SUN, S. L.; PINKHAM, B.; CHEN, H. The institution-based view as a third leg for a strategy tripod. Academy of Management Perspectives, v. 23, n. 4, p. 63-81. 2009

PENG, M.W; WANG, D.Y.L.; JIANG, L. An institution-based view of international business strategy: a focus on emerging economies. Journal of International Business Studies, v. 39, p. 920-936. 2008.

PEREIRA, V. R.; CARVALHO, M. M.; ROTONDARO, R. G. Um estudo bibliométrico sobre a evolução da pesquisa da qualidade em serviço. Produção. v. 23, n. 2, p. 312-328, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65132012005000053

PNPG 2011-2020 Relatório Final Comissão Especial de Acompanhamento do PNPG 2011-2020 e Elaboração da Agenda Nacional de Pesquisa. 2013. Disponível em < http://www.capes.gov.br/images/stories/download/PNPG-Relatorio-Final-11-12-2013.pdf>. Acesso em 14/07/2015.

PORTER, M. E. The Competitive Advantage of Nations. Free Press, New York, 1990.

RUGMAN, A. Inside the Multinationals. Columbia University Press, New York, NY, 1981.

SCANDURA, T. A.; WILLIAMS, E. A. Research methodology in management: current practices, trends, and implications for future research. The Academy of Management Journal, v. 43, n. 6, p. 1248-1264, 2000.

SIQUEIRA, M. O tema recursos humanos nas reuniões da ANPAD: trajetórias e perspectivas. XII EnANPAD. Natal, RN, 26 a 28 de setembro de 1988. Anais... Belo Horizonte: ANPAD, 1988.

SPLITTER, K.; ROSA, C. A.; BORBA, J. A. Uma Análise das Características dos Trabalhos “Ditos” Bibliométricos Publicados no EnANPAD entre 2000 e 2011. In: XXXVI EnANPAD, Rio de Janeiro, 2012. Anais... XXXVI EnANPAD.

TEECE, D. The multinational enterprise: market failure and market power considerations. Sloan Management Review, n. 22, p. 3-17, 1981.

TEECE, D. Transaction cost economics and the multinational enterprise. Journal of Economic Behaviour and Organization, n. 7, p. 21-45, 1986.

THEÓPHILO, C. R.; IUDÍCIBUS, S. Uma análise crítico-epistemológica da produção científica em Contabilidade no Brasil. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 8, n. 2, p. 147-175, 2005.

TONELLI, M. J.; CALDAS, M. P.; LACOMBE, B. M. B.; TINOCO, T. Produção acadêmica em recursos humanos no Brasil: 1991-2000. RAE, v. 43, n. 1, p. 105-122, 2003.

VERNON, R. International investment and international trade in the product cycle. Quarterly Journal of Economics, v. 80, p. 190-207, 1966.

VIEIRA, F. G. D. - Narciso sem espelho: a publicação brasileira de marketing. RAE, v. 43, n. 1, p. 81-90, 2003.

WILLIAMSON, O. Markets and hierarchies: analysis and antitrust implications. New York: Free Press, 1975.

_________. Transaction-cost economics: the governance of contractual relations. The Journal of Law and Economics, v. 22, p. 233-61, Oct. 1979.




DOI: http://dx.doi.org/10.18568/1980-4865.10282-96

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 .



INTERNEXT (e-ISSN: 1980-4865)

ESPM | Escola Superior de Propaganda e Marketing 

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada.


Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP - Cep: 04018-010 - e-mail: internext@espm.br

Indexadores e Diretório:


Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia