INTERNACIONALIZAÇÃO NO SETOR SUCROALCOOLEIRO NORDESTINO

Edjackson Marques Ferreira, André Gustavo Carvalho Machado, Walter Fernando Araújo Moraes

Resumo


O objetivo do artigo foi analisar como empresas pertencentes ao setor sucroalcooleiro nordestino estão internacionalizando sua produção. Seis teorias foram selecionadas para nortear a análise empreendida: Ciclo de Vida, Modelo Uppsala, Escolha Adaptativa, o Paradigma Eclético, Visão Baseada em Recursos e o Modelo Diamante. A estratégia de pesquisa foi de estudo de casos e os dados foram coletados por meio de documentos do setor e entrevistas semi-estruturadas. Para auxiliar na análise dos dados, foi utilizado o software Atlas/ti. Como resultado, evidenciou-se que há forte presença de aspectos de localização e recursos internos, ressaltados no Modelo Diamante, do Paradigma Eclético e Visão Baseada em Recursos como fundamentais nas atividades de internacionalização das empresas paraibanas. A formação de uma forte rede interna, contemplada pela Teoria de Redes, também se mostrou importante. As demais teorias analisadas tornaram-se menos aplicáveis, principalmente, pela natureza típica do setor sucroalcooleiro no estado da Paraíba em exportar indiretamente e por corresponder a produtos fortemente padronizados.

Palavras-chave


Setor Sucroalcooleiro; Internacionalização; Trading Companies.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18568/1980-4865.51112-131

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 Internext

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia

INTERNEXT (e-ISSN: 1980-4865)

ESPM | Escola Superior de Propaganda e Marketing 

Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada.


Rua: Dr. Álvaro Alvim, 123 - Vila Mariana - São Paulo - SP - Cep: 04018-010 - e-mail: internext@espm.br

Indexadores e Diretório: